top of page
  • Foto do escritorMoreira & Mahle

Documentos Nato-Digitais e a revolução empresarial para lidar com seus registros e documentos


Nos últimos anos, presenciamos um avanço significativo na transformação digital, impactando todos os setores da sociedade. O mundo dos negócios não foi exceção, e uma das áreas que tem sido revolucionada é a gestão de registros e documentos. Com o advento dos documentos nato-digitais, as empresas estão experimentando uma nova forma de lidar com sua papelada e registros, trazendo eficiência e agilidade para seus processos.


Esses documentos são criados originalmente em meio eletrônico, igualmente assinados e armazenados eletronicamente, eliminando a necessidade de equivalentes físicos. Contudo, eles não podem ser confundidos com os documentos digitalizados.


A principal vantagem dos documentos nato-digitais é a sua eficiência. Eles podem ser criados, assinados e distribuídos de forma muito mais rápida do que os documentos físicos. Além disso, sua natureza digital facilita o armazenamento e a pesquisa, economizando tempo e recursos para as empresas.


Uma parte essencial dos documentos nato-digitais é a assinatura digital, que garante sua segurança. A assinatura digital utiliza criptografia assimétrica, envolvendo uma chave privada mantida em segredo pelo signatário e uma chave pública que pode ser compartilhada. Essa tecnologia verifica a integridade e segurança dos documentos, fornecendo confiança na sua validade.


Nesse contexto, muitas organizações estão adotando os documentos nato-digitais como parte de sua estratégia de digitalização. Por exemplo, a Junta Comercial do Paraná (Jucepar) decidiu recentemente que passará a aceitar apenas documentos nesse formato a partir de outubro de 2023. Essa mudança representa um marco importante na jornada de digitalização do registro empresarial, pensando que as empresas se adaptam às novas exigências tecnológicas e legais.


A transição para documentos nato-digitais requer investimentos em tecnologia e treinamento, garantindo que os documentos sejam produzidos, assinados e armazenados de forma adequada. Além disso, as empresas precisam garantir a segurança de suas chaves privadas para evitar fraudes e falsificações.


Apesar dos desafios, a adoção de documentos nato-digitais traz benefícios significativos, como a redução de custos com impressão e armazenamento físico, além da maior eficiência nos processos empresariais.

As empresas que se adaptaram rapidamente a essa nova realidade estarão mais bem posicionadas para aproveitar as oportunidades da era digital.


É importante mencionar que o Código Civil Brasileiro e o Código de Processo Civil tratam da validade dos documentos eletrônicos, estabelecendo que eles têm a mesma força probatória que os documentos em formato físico, desde que seja possível aferir a sua autenticidade.


Vale ressaltar que a legislação brasileira está em constante atualização para se adaptar às demandas da era digital.


Para auxiliar nessa transição, é primordial contar com parceiros especializados em direito empresarial e na implementação de soluções jurídicas ágeis e inovadoras para obtenção de sucesso nessa jornada rumo ao futuro digital.


Bình luận


bottom of page